quarta-feira, 7 de abril de 2010

O DIABO E SUAS ARMAS



Quando eu era garoto e morava em Pedrinhas, em companhia dos meus pais e irmãos, fui muitas vezes com eles ao nosso sítio para “ajudar” no plantio das laranjas, milho, feijão, amendoim, etc. (...) Quantas lições preciosas eu guardo daqueles tempos na roça. “Turma” (era assim que meu pai nos chamava), vamos tirar
enxerto de passarinho?”. Lá íamos nós com uma tesoura de poda na mão, ou mesmo uma faca ou um facão, e subíamos na laranjeira, e tirávamos todos aqueles ramos intrusos que iam se enroscando pelos galhos da planta. Deixe-me explicar o que ocorria. O passarinho inocente, lindo e maravilhoso, fazia sua bela refeição de deliciosas sementes até se fartar. Finda a etapa digestiva, a necessitada ave alçava o seu bem-intencionado vôo até um dos galhos da árvore mais próxima, e poim! Lá estava o degético motículo, recheado de pequenas sementes pré-fermentadas e já adubadas, prontas para germinar e crescer. Esses ramos, se não extirpados pela raiz, logo cresciam e se multiplicavam com uma rapidez incrível, sugando a preciosa seiva da fruteira, sufocando os brotos saudáveis, formado uma capa (como um capacete) sobre a árvore, prejudicando a fotossíntese e, conseqüentemente, a morte da planta. Já cheguei a ver muitas árvores completamente tomadas por esses “enxertos” e mortas, secas. Depois de certa etapa no processo de cobertura desses ramos, não havia mais o que fazer, senão cortar a árvore e queimá-la.
Nós somos a árvore que Deus plantou no seu jardim que é a Igreja. Ele é o Agricultor. O anseio dele é que produzamos muitos frutos (Jo 15:5,6). É por isso que Ele cuida com tanto zelo daqueles que lhe pertencem. Limpa, poda, aduba e rega. O interessante é que os vendavais não metem medo a uma árvore bem plantada; o grande perigo começa com um simples, corriqueiro, sutil e “inofensivo” cocozinho deixado ali por uma aparente inofensiva ave. É exatamente assim que Satanás faz: rodeia e sobrevoa a nossa vida (Jó 1:6,7), tentando nos sujar com suas filosofias, éticas e teologias absurdas. Somos bombardeados diariamente com toda a sujeira proveniente do reino das trevas; se não nos limparmos constantemente com o “escovão” dos valores do Evangelho, ou usarmos a “tesoura de podar” da disciplina de Deus na nossa vida, o nosso fruto pode mirrar, a folha murchar e a raiz secar. A árvore precisa dos raios solares para o processo chamado fotossíntese. Da mesma forma nós precisamos da luz que vem do alto, da iluminação do Espírito Santo e de toda a ministração do Sol da Justiça para ficarmos firmes contra toda a investida do príncipe deste mundo. Meu irmão, não se escandalize, mas tire todo o “cocô” que porventura esteja grudado em sua vida: mentira, prostituição, lascívia, avareza, bebedeira, ciúmes, idolatria, adultério, etc... Tem muitos passarinhos querendo pousar em você? Isso é inevitável, pois estamos expostos aos ataques sutis de Satanás. Precisamos afugentá-los a todo custo. Sabe como? Precisa de armas? Ore mais, leia mais a Palavra, medite nela, santifique-se, não falte aos cultos. Isso será prevenção e cura para a sua vida.
----
Adaptado do boletim dominical da Igreja Presbiteriana da Bahia. Ano III; 21.02.2010 a 27.02.2010.
Rev. Itamar Santana Bezerra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comemente à voltade, deixe críticas e sugestões. Só não publico comentários anônimos. se deixar seu comentário, deixe seu nome.